FGM retomará projetos do edital Samba Junino

Após um ano parado por conta da pandemia de Covid-19, os projetos selecionados pelo edital municipal Samba Junino – Ano III, da Fundação Gregório de Mattos (FGM), lançado em 2019, serão retomados e adaptados para realidade. Para atualizar o processo, todos os proponentes devem entrar em contato através do e-mail [email protected] salvador. ba. gov. br, até a quinta-feira (25).

Serão disponibilizadas orientações para os proponentes no que tange à adaptação da proposta, a atualização do cronograma de execução e planilha orçamentária que está em andamento.

“Essa retomada é muito importante tanto para os artistas como para os músicos, costureiras e aderecistas que acabaram sendo prejudicados pela pandemia. Precisamos levantar a autoestima deste grupo para ações que gerem renda e futuro novos projetos”, diz a gerente de Patrimônio Cultural, Gabriella Melo.

Programa – O samba junino surgiu na década de 1970, através de uma manifestação cultural brasileira de Salvador. Trata-se de um subgênero do samba, praticado principalmente na época das festas juninas na capital. Além disso, possui origens ligadas ao candomblé e às festas do caboclo e samba de roda.

Por meio do edital, é possível manter o plano Salvaguarda do Samba Junino que, em 2018, através do decreto municipal 29.489, foi tombado como Patrimônio Imaterial da Cidade. Os editais e premiações fazem parte das políticas públicas voltadas para a preservação e incentivo a este segmento cultural.

Categorias: Noticias

Comentários estão fechados