Hilton aplaude ações da União da Resistência Camponesa

Em moção de aplauso apresentada na Assembleia Legislativa, o deputado Hilton Coelho (PSOL) destacou o trabalho da União da Resistência Camponesa (URC) por sua ação em combate à monocultura do eucalipto no Extremo Sul da Bahia. “A URC é um movimento social que busca o acesso à terra para trabalhadores rurais sem-terra e o combate ao latifúndio e à monocultura. Foi criada em 2007 e atualmente possui mais de 1.500 famílias cadastradas, com acampamentos estabelecidos na região do Extremo Sul da Bahia, especialmente em Santa Cruz de Cabrália e região, onde ocupam a Fazenda Santa Bárbara”.

O parlamentar lembra que a URC, em sua luta pela terra, enfrenta o poderio de empresas ligadas ao agronegócio, especialmente a Veracel Celulose S.A. “A empresa utiliza mais de 200 mil hectares de terras na Bahia, superando em muito o permitido na legislação para uma empresa estrangeira. Além disto, pelo cultivo intensivo da monocultura do eucalipto, diversos danos ambientais são causados à fauna, à flora e ao equilíbrio hídrico na região”.

Hilton Coelho conclui afirmando que “o Poder Público precisa mostrar-se de forma efetiva interessado na garantia do direito à terra e ao trabalho, atue de forma enérgica na região e impeça os desmandos que a Veracel promove no Extremo Sul da Bahia. A continuidade da grilagem de terras públicas e a violência contra os trabalhadores, com a conivência de órgãos públicas da região, precisa ter fim. Aplaudimos e incentivamos a luta dos trabalhadores sem-terra ligados à União da Resistência Camponesa, que buscam dar função social a áreas públicas, promover o plantio de alimentos para a população e buscam a justiça social para o povo trabalhador”.

Categorias: Noticias

Comentários estão fechados