Módulos do Carnaval realizam testes rápidos para arboviroses e infarto

Um furo no dedo e em 15 minutos o folião fica sabendo se está com zica, dengue ou chikungunya. A novidade foi implantada este ano pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS), com testes rápidos para as chamadas arboviroses.

A ação acontece em dez dos 11 módulos assistenciais montados pela Prefeitura nos circuitos Dodô, Osmar e Batatinha, e é feita nas pessoas que dão entrada nas unidades apresentando sintomas como: febre, dores nas articulações ou na parte de trás dos olhos.

Quando o resultado é positivo, o paciente inicia o tratamento na hora, mas se houver necessidade é encaminhado para a rede hospitalar para internação. “Essa época do ano é quando acontecem as arboviroses. Por isso, a testagem é importante”, alerta a subcoordenadora da Rede Laboratorial da SMS, Olivete Borba.

Também estão sendo oferecidos, pela primeira vez no Carnaval, testes para dosagem de troponina, a enzima que mede a possibilidade de infarto agudo do miocárdio (IAM). “O exame aumenta a chance de sobrevivência do paciente porque a equipe consegue prestar assistência com mais agilidade”, assegura Olivete.

Onde encontrar – Dos 11 módulos de saúde, um está localizado no Circuito Batatinha (Pelourinho), com cinco leitos, na Praça do Terreiro de Jesus, em frente à Faculdade de Medicina da Ufba – este é o único que não tem teste rápido para infarto. No Circuito Osmar (Centro), são quatro módulos: os da Montanha, do Politeama e do TCA, com dez leitos cada; e da Piedade, com 20 leitos.

No Circuito Dodô (Barra/Ondina), além do módulo de saúde Farol da Barra, os foliões também vão poder buscar atendimento nas unidades Shopping Barra e Morro do Gato, com dez leitos cada; Sabino Silva, com 15 leitos; e Ademar de Barros, com 20 leitos. No total, são 130 leitos para atendimento aos pacientes clinicamente instáveis. (Foto: Mauro Akin Nassor/Secom)

Categorias: Noticias

Comentários estão fechados